quinta-feira, 22 de julho de 2010

GATO PRETO :







sexta feira treze,
na noite fria, e pelas ruas escuras,
misteriosos olhos brilham nas trevas do beco,
um gato preto, com o olhar de uma fera.


seu destino está marcado,
não adianta correr, ele vai cruzar o seu caminho,
com seu miado sussurrado,
com suas garras,
ele està na sua frente...
você acredita em superstiçoes ?
pois ai está o azar encarnado.


o gato preto espreita pela noite,
com seus olhos de maldição,
e queira você ou não,
está te olhando.
e sussurrando,
na escuridão.


estrelas sós,
na rua macabra,
sombria,o terror está a diante,
no chão de pedras,
a convicção estoica,
de que o mal encarnou no gato preto,
que o nosso caminho cruzou.



Nenhum comentário:

Postar um comentário