segunda-feira, 1 de novembro de 2010


NOITE PSICOPATA :




a lua cheia está ai !
trazendo consigo uma noite lunática,
andar nela, estar à prontidão da morte,
morrer nas mãos de um psicopata...


tornado ao vício envolto pela escuridão...
impulso cruel, obsessivo,
sua compaixão está morta,
ninguém o deterá... em prol de saciar...
consome a sede de sangue,
tudo destruirá.


de todos escondido, mas à mostra de sí,
contempla causa e efeito,
isento de culpa ou piedade,
tal é sua sina, instinto,
não convém fugir,
olhos cujos, incorporam o umbral do inferno.


demônio andarilho,
esconde-se à penumbra, exposto,
à sua tão fadada natureza...
a noite é seu dia,
seu dia uma abstinência constante...
racional, percebe as profundezas de seu ser,
e apenas sente o seu não sentir.



bem meus caros... deixo hoje aqui o primeiro poema que eu fiz... claro que não comecei escrevendo assim, a verdade é que o rascunho era péssimo, e revirando umas coisas minhas eu achei ele lá. ai peguei e refiz ele... :P

Nenhum comentário:

Postar um comentário