quarta-feira, 15 de dezembro de 2010




UM TOCO À CORRENTEZA...

Deveras espanta-me aterradoramente o fascínio de uns determinados seres humanos por outros certamente mais imbecis. Parvamente admirados pelos dizeres emanados em suas fétidas bocas insensatas. Porém nada mais demonstram pueris que a patetice e futilidade humana retratada... rodeados de famigerados puxa-sacos acéfalos, propondo falações desnecessárias e pra ser bem franco, vazias de produtividade... gastam perdulários incontadas gotas de saliva que entretanto nada dizem em suas insignificâncias intelectuais e verbais. ocupam-se pois, muitas vezes de ardis insânias, intrigas nefastas e desmotivadas, vagando à vida como podres tocos de madeira numa hostil correnteza cotidiana, levando consigo, os diversos parasitas em suas cascas.


MAIS UMA CRÔNICA QUE EU POSTO...

Nenhum comentário:

Postar um comentário