sexta-feira, 15 de abril de 2011

Poeta das sombras


que com seus versos,
singelos, complexos, se mostre a verdade,
à face da escuridão
brilha a lágrima dos olhos tristes,
ingênuos, sujos, não importando mais
quão mostre-se o horror
de beleza simbólica
ante a estupidez
da inebriante santidade, ou qualquer farsa diabólica...

palavras são armas,
que fizeram um mundo!

marionetes somos todos,
vítimas hipócritas, carrascos passionais,
nossas próprias masmorras de ilusões, medos, anseios;
o que nós somos?
senão poeira, diante dos desígnios,
incertos, loucos;
conseqüência de passados nossos,
imateriais feiches do presente desenterrados à cadeia do tempo,
sob a realidade mental doentia, cinza impiedosa...

palavras são armas,
que fizeram um mundo!

tumidas trevas vivas, adentram um coração
gélido,
luzindo opaco
à sua ausência de face,
senão
somente, a da escuridão
num enlace
do olhar, distante à lua,
no mar, as animadas criaturas,
e montanhas, o universo que acentua
seu inato obscuro existir consciente...
ansiando fugir, à realidade torpe e deprimente...

palavras são armas,
que fizeram um mundo!

à clara noite
marencórios olhos, avistaram,
diante das fantasias,
possiveis fugas, que ofertaram
férteis sombras,
tais quais à oculta penumbra
sempre a alguém virão...




Creio que não deveria postar justamente esse poema sem dizer algo, ou negar alguma consideração sobre ele... ( - porra, justo o que deu a ideia do nome do blog!) Pois bem, esse poema é antigo, escrevi ele um tempo depois de ter começado a escrever poesia, mesmo que de início elas fossem extremamente cruas... o rascunho foi escrito numa aula de literatura que não ensinava ninguém, um completo ântro de depressão... eu já faliliarizado com esse tipo de sentimento, kkk então resolvi escrever, mesmo antes de ter começado esse blog...
passou por varias mãos de amigos... dei como perdido... nem lembrava mais depois dum tempo, eis então, o desaparecido, mesmo que cru e completamente diferente do que eu já estava fazendo... kkkkk editei ontem... tá aí, espero que tenham gostado...

Nenhum comentário:

Postar um comentário